O filme Avatar e as exoluas

As ações do filme Avatar se passam em Pandora, uma lua do planeta Polyphemus, existente apenas na ficção, e que estaria situada no Sistema da estrela Alpha Centauri, a mais próxima de nós, a aproximadamente 4,5 anos-luz de distância.
Mas será que de fato haveria a possibilidade de existência de luas habitáveis como Pandora?

Apesar de luas habitáveis como Pandora serem produtos da ficção científica, algumas prováveis exoluas (luas fora do Sistema Solar) semelhantes à Pandora poderão ser identificadas e estudadas.

Os planetas gigantes gasosos do Sistema Solar, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno têm luas rochosas, e se o mesmo acontecesse com alguns exoplanetas, haveria uma grande possibilidade de termos muitas exoluas habitáveis.
Uma vez detectada a exolua, o primeiro passo seria determinar se ela tem atmosfera. A nossa Lua, por exemplo, não tem atmosfera, ao contrário de Titan, uma das luas de Saturno.
O segundo passo seria descobrir se a exolua tem magnetosfera para protegê-la das correntes de partículas de sua estrela e da radiação de seu planeta. Caso não tivesse, a atmosfera poderia ser desfeita ao ser "soprada" para fora por essas correntes.
A maioria dos exoplanetas descobertos são maiores do que Júpiter, o planeta de maior massa no nosso Sistema Solar, mas o interessante é que grandes planetas podem ter luas grandes também, o que significa que elas podem ter atmosfera. Portanto, podemos concluir que seria perfeitamente possível que um gigante gasoso tivesse várias luas, com habitats que poderiam ser muito estranhos e fascinantes, semelhantes aos da exolua Pandora.
Compartilhe: